MONSTRA!!!! A nossa Grande Vilã

11
Visita indesejada, chata, inconveniente, mal cheirosa e muito dolorosa... eis aí nossa grande vilã: a menstruação!
Achei muito interessante esta matéria e resolvi dividir com vocês.


I - CONHECENDO NOSSO CICLO MENSTRUAL


Lembra-se quando você ouviu pela primeira vez sobre o Ciclo Menstrual? Certamente foi através de um professor, em alguma aula de Biologia, daquelas bem difíceis! Infelizmente, a teoria não mudou e tentar entender o ciclo menstrual continua complicado! Mesmo assim, vamos tentar explicar abaixo como tudo acontece, da forma mais simples possível, pois é importante conhecermos como o nosso corpo funciona.

O que é o Ciclo Menstrual?

O ciclo menstrual é o nome que damos para todo o período de uma menstruação até a próxima menstruação. A menstruação é uma descamação do endométrio (membrana que reveste a cavidade do útero), acompanhada da saída de sangue através da vagina. Em geral, ocorre mensalmente e marca a vida reprodutiva da mulher, ou seja, durante este período, a mulher é capaz de gerar um filho.

Quando começa o Ciclo Menstrual?

O ciclo menstrual é contado a partir do 1º dia da menstruação isto é, no dia em que começa o sangramento, e não no dia em que termina o sangramento.
Isto é importante, pois muitas meninas confundem. Não importa quantos dias você vai ficar sangrando, o primeiro dia sempre será aquele em que você notou a manchinha de sangue na calcinha ou no papel higiênico. A partir daí, a contagem termina um dia antes da próxima menstruação.
Geralmente, dura entre 28 a 30 dias, mas existem casos em que o ciclo pode ser menor ou maior. Não há um padrão único, cada mulher tem seu próprio padrão e deve anotar as datas de início e término do ciclo para descobri-lo.

O que acontece durante o Ciclo Menstrual?

Para entender melhor, o Ciclo Menstrual é dividido em três fases:

1a.) Fase Folicular:

Inicia-se no primeiro dia do ciclo: o primeiro dia da menstruação.
Neste momento, a Hipófise (uma glandula situada no cérebro) começa a produzir um hormônio chamado FSH - Hormônio Folículo Estimulante - que por sua vez atuará nos ovários, estimulando a produção dos folículos (bolsas de líquido que contém os óvulos).
Os folículos começam a crescer mais ou menos a partir do 7º dia do ciclo.
Durante seu crescimento, secreta quantidades cada vez maiores de Estrógeno, um tipo de hormônio feminino.
Neste início, vários folículos são estimulados ao mesmo tempo, mas somente um produzirá estrógeno suficiente para inibir a produção de FSH e fazer com que os outros folículos "murchem".
Portanto, apenas um folículo será o dominante e irá liberar o óvulo.
O estrógeno produzido por este folículo, irá preparar o corpo da mulher para uma possível fecundação, fazendo o endométrio engrossar e se desenvolver dentro do útero, preparando-se para receber o embrião.

2a.) Fase Ovulatória:


Geralmente, ocorre no meio do ciclo. Aquele folículo dominante, ao produzir altas doses de estrógeno, induz a uma grande liberação de um outro hormônio, também produzido pela hipófise, chamado LH - Hormônio Luteinizante.  Quando ocorre o “pico de LH” (momento de maior produção deste hormônio) acontece a liberação do óvulo pelo folículo, ou seja, a Ovulação.
 Desta forma, o LH é o responsável pela ovulação, o que quer dizer que se não houver esse “pico de LH”, não há ovulação.

3a.) Fase Lútea:


Marca a segunda metade do ciclo. 
Após a ovulação, o folículo se transforma numa estrutura chamada corpo lúteo, e passa a fabricar, além do estrógeno, o hormônio Progesterona, que vai terminar o preparo do endométrio para a implantação do embrião.
Mais ou menos entre o 6º e o 8º dia após a ovulação, o nível de progesterona no sangue atinge o máximo, e a medida deste hormônio no sangue, se for baixa, é causa de infertilidade.
 
Ainda não se conhece com toda a precisão o dia da implantação do embrião: parece acontecer de cinco a dez dias após a ovulação. Se não ocorre implantação, então a progesterona e o estrógeno param de ser fabricados pelo corpo lúteo, seu nível diminue no sangue, o que faz o endométrio se desprender do útero, iniciando nova menstruação, ou seja, um novo ciclo menstrual.
 
Isto continuará acontecendo até que a mulher entre na chamada Menopausa, quando cessam a produção destes hormônios.

Luciana T. Golegã Diamante

11 Pessoas Comentaram este Post:

Mommy to Be disse...

Materia completíssima!!! Depois vou ler tudo com bstt calma!

Vi as fotos da sua casa, tá linda d+, parabéns pela casa e pelo bom gosto, viu???

Agora vai dar tudo certo pro baby chegar e trazer muita felicidade pra casa nova!!! hihihihih =)

bjins

Paty Fortunato disse...

ótima matéria!
Eu tb estou naqueles dias, aff!

Beijocas!

Rebeca disse...

hahaha mal cheirosa foi ótima!
Eu DETESTO ficar menstruada, com todas as minhas forças! Tanto que emendo as cartelas do anticoncepcional uns tres meses, um mês dou a pausa e assim vai. Quanto menos a monstrenga aparecer, melhor.
Amiga eu vi o blog sobre a sua casa. Que chiqueza gente! Tá muito linda, de verdade. Estou até pegando uams dicas pq em breve vamos começar a nossa casinha e vc arrasou nas escolhas!

Beijos

Leny disse...

Eu fico super irritada quando ela aparece,mas se ela não vem(e não é gravidez) fico irritada também,pois é sinal que algo não vai bem.
ai ai...devia ser menos complicado né...

Bejinhos...

Anônimo disse...

Olá Edivânia!
Sou um ano mais velha do que você... Tenho 34 anos. Ano passado sofri um aborto espontâneo em agosto/2010. Foi super triste, fiquei de luto de verdade por longos 6 meses... Meu marido e eu passamos o ano novo em casa, sem querer ver ninguém. Começamos a tentar novamente após passado o momento de luto. E todo mês que vinha monstra, eu sentava no chão do banheiro e chorava muito. E o pior é que eu sempre ia abraçar o ursinho, que a madrinha deu para o meu anjinho que se foi. Não vejo a hora de iniciar a indução com serofene, uma vez que tenho SOP, e com a idade, as chances de engravidar vão diminuindo. Por isso meu médico decidiu usar indutor para que eu não chegue aos 35 anos tentando. Gostaria de dizer a você que é melhor não pensar muito na gravidez. Ela virá! Eu rezo por todas que estão na mesma situação que nós. Sei o quanto dói, o quanto é difícil mas temos que ser racionais. Se não amadurecermos, como vamos cuidar de outro ser tão mais frágil do que nós?! Desejo muito boa sorte a você, e vamos nos falando (se você quiser é claro!) para trocarmos experiências...rs
Beijos férteis
Vanessa Esteves (vanessamesteves@hotmail.com)

Ju Silva Alves Marchioro disse...

Deus foi perfeito na formação do nosso corpo, em saber que esse processo todo que passamos, tem a finalidade de nos tornar capazes de gerar uma vida.

Enquanto essa "vida" não vem, nossos ciclos se renovam, e se renovam...

Bejinhos Edi.

Deise disse...

Olá Edi,

Adorei a matéria!!!
Eu sempre tive a menstruação desregulada, na verdade nunca consegui definir o meu ciclo, sem o auxílio de remédios.
Vamos ver como ficará a partir de agora, passado o período de resguardo devido a perda do meu anjinho.

Um forte abraço.

*Rê* disse...

Que escola!!!!
Quando era treinante eu tbm pesquisava mto, mais a qualidade nas explicacoes do seu post esta otima!

Parabens viu????

Vivi disse...

Oieee Edivânia.... adorei a matéria, como sempre....rsrsrs....

Aproveito a passagem pra te desejar mtas felicidades na casa nova.... ficou linda!!! Em breve vai ter bebê pra alegrar o novo lar....

Bjaum e boa semana!!!

Glauce disse...

Olá acompanho seu blog a algum tempo, agora eu tb resolvi criar o meu..
tenho o objetivo de emagrecer para engravidar em 2012.. Comecei minha luta em Fev/2011
com 90kg, hj já consegui eliminar 19kg e ainda restam 6kg.. vamos trocar dicas me segue lá no meu blog tb (http://glaucetentante.blogspot.com/)
NÃO VEJO A HORA DE COMEÇAR A SER OFICIALMENTE UMA TENTANTE.. PROJETO BUCHUDINHA 2012..AI VAMOS NÓS..KKKK

Anônimo disse...

oi que siguinifica imagem cistica em ovario direito com discreto grumosno interior,medindo1,9 de diametroaó tem assim(percistencia de foliculo)

Postar um comentário

Oba! Oba ! Você vai comentar!!