POLÊMICAS REAÇÕES, CONFISSÕES...

3



Olá, minhas queridas amigas blogueiras, como vocês estão?? estava sumida né, confesso que entro aqui todos os dias visito os cantinhos , comento mas..não estava inspirada para postar até ler alguns posts e fazer algumas buscas pela intenet e então me deparei com o assunto do post de hoje.


Meu marido ás vezes brinca, dizendo que onde tem muita mulher sempre tem confusão (ou discussão rs...que maldade rs..) mas a verdade é que infelizmente a mulher tem isso né, de não abrir mão do seu ponto de vista ( até aí tudo bem, até porque eu também sou assim rs..) mas não aceitar a opinião alheia, não entender que o que é importante pra mim, muitas vezes pode não ser importante pra você e aceitar isso numa boa sem querer converter a pessoa ao seu modo de pensar, é difícil viu...

Sinceramente não imaginava que este mundo virtual, relacionado principalmente á maternidade tivesse assunto que causasse polêmica ( que ingenuidade a minha..), que gerasse tanta discussão, opiniões contrárias, me assustei! a gente se iludi por ser tão gostoso viajar, no mundinho das roupinhas de bebês, decoração do quarto o nascimento, a saída da maternidade...enfim é tanta coisinha gostosa, mas que por trás disso tudo há algumas pessoas que se acham " as donas da verdade" e palpitam tudo, querem impor sua opinião.

Quando vejo algum livro interessante, vou atrás de algumas opiniões na internet de quem já leu o livro, vocês acreditam que até falar mal da autora eu já vi? ( comentários como: " ela quer ditar regras " ) tudo bem que ninguém é perfeito e a publicação de um livro não quer dizer também que ele seja.Há algumas coisas que a gente não concorda mesmo mas...porque não acatar o que é útil e descartar o que não achamos tão importante assim?

Passeando pelos blogs da vida rs.. li um post fazendo uma análise sobre um certo livro, uma crítica, porém construtiva e que por sinal a autora do livro, comentou até sobre o post aceitando as críticas e reconhecendo os erros, porém uma outra blogueira não satisfeita fez um post enorme sobre o livro (aliásr massacrando a autora),gente! vê se eu posso com isso?? fiquei horrorizada!.

Na vida real rs.. também tem muito disso, mas sempre fujo dessas pessoas, e procuro não expressar a minha opinião porque sei que vai dar discussão, então fico quietinha no meu cantinho, é difícil ... rs..rs...mas...

Eu concluí que quando se trata de gravidez, filhos, a educação deles, a experiência com o parto ... quem já passou por essa experiência acha que sabe tudo ( há exceções, conheço algumas ) e quer palpitar, mas é importante entender que cada caso é um caso , cada vida uma vida e é importante ( muito importante ) que cada um cuide da sua, é tão gostoso descobrir as coisas aprender com o dia a dia, até porque ninguém nasce mãe, tudo nessa vida se aprende, minha gente! Inclusive ser mãe! rs..rs..

Uma vez ouvi um médico obstetra dizer em uma reportagem, que: “...não existia mãe de primeira viagem, que toda mulher tem o instinto materno, que nasce uma mãe junto com o bebê..” Se é verdade não sei, mas vou saber quando for mãe, espero que seja verdade rs...

Mas enfim, fico feliz porque tenho aprendido muito com todas vocês minhas queridas amigas blogueiras, com as experiências de cada uma sem ofuscar uma ou outra e sei que mesmo longe, conseguimos uma sintonia e nos entendemos sempre.


Obs:Adoro quando vocês dão uma passadinha aqui no meu cantinho, comentam e quando tem gente nova no pedaço, novos seguidores ah..ADORO!Beijos e...

3 Pessoas Comentaram este Post:

Jana Mombelli disse...

ola querida.
obrigada pela visita, ja estou seguindo vc.
vou passar sempre aqui para comemorarmos juntas as nossas conquistas.
bjs

Marcela disse...

Ai Edi... sabe de uma? Depois q fiquei grávida aprendi q palpites é o q ñ faltam p/ tua vida: "Não pode comer isso, ñ pode fazer aquilo..." E depois q o bebê nasce? NOSSA!!! Se eu ñ filtrasse metade das baboseiras q eu ouvia eu iria ficar louca! Palpite é o q ñ falta... e vou t dizer... nada melhor q o q vc sente e a boa e velha intuição de mãe.
Realmente expor seus sentimentos e emoções num blog, assim, as vezes gera polêmica... mas, eu tenho na cabeça q eu fiz meu blog de início, p/ q meus familiares do Paraná pudessem acompanhar mais de perto minha gravidez... Depois amigas daqui e de longe (como vc) começaram a acompanhar tb, e depois disso, descobri q o blog tb é uma ferramenta maravilhosa para amizades virtuais... me apeguei a tantos blogs de mamães, q hj considero bastante.
Vixi, q comentário inspirado hein! rsrrs
Um beijo!!!

Paty disse...

Oi amiga,

Estou boba com seu post,mais não surpresa...mulher realmente tem dessas coisas AFF!

Querida,ótimo Carnaval.

Beijocas!

Postar um comentário

Oba! Oba ! Você vai comentar!!